Video Porno De Sexo Brasileiro Novinha Siririqueira Mamando Do Seu Marido Corno Da Cidade De Piracicaba

36 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

36 seg

Categoria:

Tag: ,

Video Porno De Sexo Brasileiro Novinha Siririqueira Mamando Do Seu Marido Corno Da Cidade De Piracicaba

Video Porno De Sexo Brasileiro Novinha Siririqueira Mamando Do Seu Marido Corno Da Cidade De Piracicaba

O marido por sua vez olhava tudo sem participar, ele então foi para o banheiro e foi utilizar a sauna de lá ele ouvia sua esposa gemendo em minha pica e gozando por mais de uma hora comendo essa maravilhosa mulher demos uma pausa, ele o marido então voltou ao quarto e sentou na cama e disse: Não sei o que eu fiz sou apaixonado por minha esposa e trouxe ela aqui hoje para outro homem comer ela na minha frente, será que estou ficando doido, eu então para amenizar oi arrependimento dele disse, meu amigo você trouxe sua esposa para realizar sua fantasia e eu poder dar prazer a ela foi o que aconteceu ou não.

Desde quando eu era bem novinha, que comecei a me tocar, nas minhas partes intimas descobrir o que era sentir prazer, ai eu comecei a usar roupas curtas, para me exibir e mostrar todo o meu potencial feminino, deixando os meninos loucos de tesão por mim e foi num final de semana com feriado prolongado, que os meus pais foram viajar e para não ficar sozinha, eu fiquei na casa da minha irmã Mara, que era a irmã do meio, como eu só usava roupas curtas, acabei provocando o seu marido ao ponto de deixa ló doidinho por mim.

Sou português e como tal peço desculpa se algum termo que usar, não for familiar ao povo brasileiro que domina este site. "como relatei aqui pra vocês no primeiro conto, eu fodi minha chefe;-Depois de um banho maravilhoso conversamos um pouco e ela me elogiava muito dizia que jamais acha que eu iria faze ela se achar mulher de novo, eu também a elogiei bastante e fiz algumas caricias nela que logo despertou meu pau deixando ele durinho, ela falou que queria da pra mim mais uma vez eu apena a deitei na cama e já comei a chupa-la que delicia aquela buceta bem raspadinha pequenininha,lábia, enfiava um dedo depois enfiei dois ela gemia feita uma louca, depois diz um 6X9 ela mamando meu cacete e eu aproveitei pra dar umas dedadinha naquele cuzinho, ela não reclamou e eu pensei agora vou concretizar meu sonho vou comer esse cuzinho que parece que nunca foi fudido, mais uma vez a coloquei de quatro e comecei a bobar naquela buceta, dessa vez eu a xingava de vadia gostosa, putinha, safada, depois de muito xingamento e tapas naquele rabo, eu com o pau dentro dela fui no ouvido dela e falei sabe o que eu quero agora chefinha?-ela falou pede meu safado, hoje eu sou sua seu filha da puta, o que você, fala?-eu falei eu quero foder seu cuzinho quero ele pra mim!-ele falou come seu cachorro, eu adoro da ele, aquele corno do meu marido não gosta de foder ele…– eu sem pestanejar dei uma cuspida na entrada do cuzinho dela, e continuei metendo o pau na buceta dela, ela rebolava muito e gritava fode tarado, come sua chefinha come, eu sei que você sempre quis me comer, sua cara não nega, eu falei sempre mesmo, e dai tirei o pau da buceta dela e coloquei na entrada do cuzinho dela, ela se ajeitou melhor e foi se curvando pra traz, ela mesma fez questão de deixa o pau entrar devagar nela, e me perguntado se eu estava gostando eu apenas gemia e fala safada, cachorra, quando entrou tudo eu comecei a bombar forte, ela falou vai seu safado filha da puta eu vou goza vai, mete, come, vai, arregaça tudo, sentir ele tremer, foi quando ela falou gozei… dei mais uns tapas naquela bunda e socava forte já não aguentava mais e queria gozar dai não aquentei e acelerei as estocada quando apertei aquela bunda bem forte e explodi todo gozo dentro daquele cuzinho…foi maravilhoso comer minha chefe, não estou na mesma sessão que ela mas direto saímos pra almoça e dar umas trepada, já tem 4 meses que como ela e ela sempre maravilhosa, disse pra mim que ate o casamento dela melhorou depois que começamos a sair r o que mais admiro nela é que ela é do tipo de mulher que é uma dama na sociedade e uma verdadeira puta na cama!!!"Ela parou de exitar e voltou a ficar de 4 abrindo a bunda -Entao coloquei a rola novamente no seu cu e começei a ir e vir naquele cu novamente"Eu: vai devagar…Daniel: ok, só dessa vez"Marcela, Marlene e Marta, trancadas no seu cativeiro, presas com correntes à cama, há cinco dias, sem sofrerem novas agressões, davam graças ao Senhor, mas por outro lado, estavam sem se alimentar todo este tempo.

Eram vídeos de transa onde no final as mulheres faziam os caras limparem as bucetas gozadas.

E percebi que a Tati ficou olhando fixamente pra eles, eu fiquei muito envergonhada, ela mostrou os dela, eram enormes, com os mamilos rosadinhos, eu achei bem lindos e disse que não deveria haver problema nenhum com eles, e ela pediu “prima posso te chupar pra ver se eles ficam com os biquinhos mais durinhos? ” eu disse que não na hora, mas quando percebi ela já tava de boca em uma das minhas tetas mamando elas, igual bebê com fome, meu grelinho me deu um aviso de que eu tava excitada e eu afastei ela, e ela perguntou “agora vc chupa os meus pra ver se meus bicos crescem gostosos iguais os seus?  E eu molhadinha e com aquelas tetonas na minha frente na hora decidi mamar e mamar nos peitão daquela gostosa enquanto ela dizia “puxa meus bico e faz eles crescerem, vai” e eu comecei a mordiscar a pontinha daquelas tetas rosinhas e ela começou a suspirar e eu decidi parar, estava passando dos limites. Já tinha tido alguns encontros com caras desde a adolescência, mas muito poucos (uns três apenas), porém em todos os casos eram com amigos meus vendo filmes pornô e a coisa esquentava. Eu estava na sala de aula da faculdade,não me aguentando de tesão e olhava para um branquinho nerd magro do meu lado e começa a me masturbar mas sem ele ver,eu estava louca de tesão chupando meus labios,e escrevi em um papel temos que agilizar nosso seminário da semana que vem,e fomos a sala de multimidia e eu cheguei la e subornei o professor dei 50 reais na mão dele e disse tranca a sala,ele saiu trancou a porta eu apaguei as luzes e liguei computadores aleatorios e comecei a pesquisar videos pornos neles e aumentei o volume do som dos gemidos das mulheres olhei para ele e lambi os beissos e ele apertou a mão no pau quando eu tirei a blusa e comecei a imitar as mulheres dos videos puchei ele e comecei a gemer no ouvido dele… Ele não sabia o que fazer então dominei ele sentei na cadeira sentei no colo dele e esfreguei meus peitos no rosto dele bem rapido ate que ele abriu a boca começou a chupar meu biquinho e com a outra mão ficava puchando a ponta do outro biquinho,eu gemi tanto,gozei não aguentei,depois fui descendo a mão comecei a masturbar ele bem devagar e comecei aumentar a velocidade e ate que ele começou a se contorcer na cadeira e depois comecei a chupar na mesma velocidade e ele encheu minha boca de porra eu engoli tudo encostei na mesa desci a calça e abri as pernas puchei ele pela camisa que veio logo chupando minha buceta e enquanto ele chupa eu gozava e gemia alto não aguento fiquei de quatro e ele começou a meter em mim tampou minha boca e mandou eu fazer silêncio “vadia”,e me comeu e encheu minha buceta de poha depois mandou eu mamar no pau dele e depois chupou meus peitos denovo vestiu as calças me ajudou a vestir as roupas desligou os computadores e na saida enfiou a mão na minha calcinha e saiu da sala me masturbando… Depois ele não me comeu mais para minha tristeza.