Vazou No Whatsapp Vídeo Mulher Do Corno Taradinha Metendo Gostoso Pro Corno Filmar Para Amigos E Corno Filmando De Minas Gerais

11 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

11 min

Categoria:

Tag: , ,

Vazou No Whatsapp Vídeo Mulher Do Corno Taradinha Metendo Gostoso Pro Corno Filmar Para Amigos E Corno Filmando De Minas Gerais

Vazou No Whatsapp Vídeo Mulher Do Corno Taradinha Metendo Gostoso Pro Corno Filmar Para Amigos E Corno Filmando De Minas Gerais

Eu estava no primeiro semestre e ela fazia dp comigo, de duas matérias, então nós víamos praticamente uns 3 dias da semana, sempre tive muita vontade de fazer amizade com a Lorena, mas me faltava coragem, até que um dia eu pedi para fazer uma prova em dupla com ela, e ela aceitou, ficamos amigas e trocávamos muitas mensagens no WhatsApp, infelizmente ela era hetero, mas felizmente era uma hetero curiosa, um dia no WhatsApp entramos no assunto de opção sexual, eu disse que era homossexual e ela disse que era hetero mas tinha vontade de experimentar, o que me deu a liberdade de dizer “Lorena, eu te acho linda, seria uma honra se voce aceitasse sair comigo não só como amigas” e para minha surpresa ela aceitou, combinei de leva-la a um pub na Augusta, comemos e nos divertimos, até que no final da noite nos beijamos, foi ardente, foi intenso e com muita vontade de ambas as partes, naquele ponto eu já estava super excitada então perguntei para ela se ela gostaria de ir a um motel comigo, ela aceitou, chegamos já arrasando, parecia que Lorena foi prepara para transar comigo, sua lingerie era impecável, ela começou beijando meu pescoço e eu acariciando seus seios, ela gemia muito como se nunca tivesse tido tanto prazer, a joguei na cama e desci até chegar em sua vagina, chutei como se não houvesse amanhã e ela gozou muito em minha boca, e ela sem descansar me virou e me comeu de quatro, ela metia sem dó 2 dedos, 3 dedos, 4 dedos, metia rápido e com força, não aguentei, gozei na mão dela, nunca senti tanta tesao assim, meu grelo nunca latejou tanto, que mulher, eu e Lorena ainda transamos casualmente, conto outras transas deliciosas que tivemos nos próximos contos.

Depois de 14 anos de casados, ele veio com aquele papo (que nós já conhecemos como o papo da vontade de ser corno…) de que precisavam incrementar o casamento, que estavam caindo na rotina… quem sabe se ela transasse com um outro não iria melhorar as coisas…Como quase toda esposa, quando ele começou a jogar essa conversa mole pra cima dela, ficou revoltada, achou que o marido não gostava mais dela, que estava procurando safadezas… mas ele insistia. Passando a lingua por toda extensão da minha rola, engolindo minhas bolas, batendo meu pau em seu rosto, me olhando com cara de safada; peguei-a e coloquei em cima da mesinha de novo, abri as pernas dela e perguntei:– A putinha gosta de receber linguada?– ADOOOOORO, DEIXA EU GOZA NA SUA BOCA, DEIXA AMOR?Não pensei mais nada, só cai de boca naquela xoxotinha pequena, lisa, cheirosa, passei a língua de baixo pra cima fazendo-a tremer inteira e comecei a chupar seu grelo cada vez mais forte, e cada vez mais ficava os gemidos de Isa:– ISSSSSSOOOO METE A LINGUA, ME FAZ GOZ… AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH TO GOZANDO BEBE AAAAAAAAAAAAAAAH METE ESSA ROLA EM MIM LOGO, VAI GOSTOSO.

Após ela engolir ela ainda abriu a boka e botou a lingua pra fora pra mostrar que tinha engolido TudoQue bom que gostou… RsVou usar nomes fictícios, me chamo Giovanni e minha namorada Bruna,eu sou moreno,1,75de altura e corpo em forma,ela é loira,Branquinha,tem 1,62 de altura,olhos verdes e a buceta e cuzinho rosas,e a sua bunda e uma delícia, e Grande,bom um dia estávamos em casa comonde costume,e ela me disse que queria algo diferente no sexo,disse que gostaria que eu a dominasse, e a fizesse ser submissa,eu como homem adorei a ideia,e logo fiquei de pau duro,daí já tirei minha roupa e deitei na cama segurei ela pelos cabelos,e fiz ela vir de quatro ate o meu pau,assim falei agora chupa,ela começou pelas bolas,engolia as duas inteiras,com akela vontade até fechava os olhos de tão excitada q ela fica ao me chupar,assim ela foi subindo com a língua até a caberá do meu pau, e babando muito nele,assim começou a chupar a cabeça,nisso eu empurrei a cabeça dela atébela engoli meu pau todo,ela olhou com aqueles olhinhos verdes cheios de lágrimas ,daí ela mesmo tomou conta da situação, tirando e batendo meu pau na cara dela, falando,que pica gostosa vo engoli inteira, ela mesmo ficou nessa garganta profunda delíciosa,depois coloquei ela de 4 com o vizinho virado pra cima,chupei o cu dela Rosinha, com muita vontade ela ficou se contorcendo na cama e pedindo pra mim colocar logo,daí já peguei ela pelo cabelo e perguntei,oque VC é minha?, ela respondeu,SUA CACHORRA,METE LOGO TO TODA MOLHADA,nisso lembrei que ela queria transar comigo e mais um,só que oque ela mais queria,era colocar os dois na buceta,nisso chamei meu irmão que estava no quarto dele,ele ficou todo excitado e já veio rápido pro meu quarto,nisso ela tava de 4,eu coloquei logo naquela buceta rosa e comecei a bombar,e meu irmão na frente ganhando uma garganta profunda da minha namorada,ela tirou o pau da boca e falou, qe delícia duas rolas pra e foder e hoje, depois trocamos ela me chupava e meu irmão metia naquela buceta delea deliciosa,ele nem acreditava,ele sempre ficava secando ela,nisso tirei meu pau da boca dela e gozei na cara dela, e mandei ela me chupar,depois disso eu deitei e ela deitou na minha picae encaixou,meu irmão veio por trás e colocou na buceta também puxando o cabelo dela, chamando ela de cachorra,ela adorando e dando risada,falou que doeu no começo mas depois ela se sentiu arrombada, e pediu mais,daí nois dois gozamos na cara dela, ela bebeu todo nosso Leitinho,e agora eu sempre divido minha Loirinha com alguns caras,uma vez chamei 4 para foderbela comigo!Ola me chamo Sabrina tenho 25 anos corpo escultural, bunda grande e seios enormes, sempre amei meu corpo todo mas meus seios eu amo muito mais pois são enormes e não estou exagerando eles são muito grandes tem aureolas enormes e mamilos grossos e pontudos, mês passado fui até a casa de uma amiga minha de faculdade fazer um trabalho e ela ao me receber estava com um decote enorme os seios descomunais dela praticamente pulavam do decote, pois bem, eu estava na sala fazendo esse trabalho e percebi que ela estava com os mamilos inchados e perguntei pra ela o que havia acontecido para eles estarem tão inchados e grandes, ela respirou fundo e quase chorando me falou que era por causa do marido dela, eu de começo não intendi direito e pedi para ela me explicar melhor essa historia. Sabia que eu não to tomando pílula mais corno? Quero ter um filho preto pra você criar, SEU BROXA!"A porta da casa de banho abriu e eu levantei-me e dei uma última olhada nas pernas nuas daquele corpo e depois no volume do rabinho na t-shirt. "Ele merece apanhar, mas se aparecer com um dente faltando ou nariz quebrado, você vai ver que não é o único a ter “bala na agulha” e que sua “puta” pode ser tão má quanto você… Você pode até ter mais dinheiro, mas eu tenho certos amigos que você não tem.

…meu cuzinho já estava todo melado com a baba dele e aquela língua não parava de invadir meu rabo, até que senti uma pressão enorme e uma dor que nunca tinha sentido antes, não sabia o que era então tentei me virar pra ver e ele não deixou, continuou forçando e meu cu tava rasgando literalmente até que levei a minha mão para ver o que era e sabe o que eu peguei na entrada do meu cu? Peguei o punho dele, pq a mão tava toda dentro do meu rabo e ele forçando, delirei de tesao quando senti aquilo que a dor passou, comecei a rebolar na mão dele e meu pai começou a balançar, logo saiu muita baba dele e como eu tava de bruços no carro eu pude ver escorrendo aquele semen do meu pai, não cheguei a gozar mas tava quase, então ele tirou a mão de dentro e começou a bater na minha bunda, me chamar de gostoso, de cadelinha, de safado, me mordeu nas costas e orelha e meteu sem camisinha mesmo, com força e tesão, estava tomado pelo prazer, arranhava minhas costas, passava a mão, apertava minha bunda e eu pra provocar empinava bem e forçava contra o pau dele, ele gemia e uivava de tesão até que disse que ia gozar e perguntou onde eu queria, então eu pedi na boca, ele tirou de dentro e antes de eu começar a chupar peguei meu celular e liguei o flash pois estava noite e coloquei filmar e alcancei pra ele enquanto comecei a chupar aquele pau gostoso, lambi as bolas e passei a língua no cuzinho, ele gritou e disse que ia gozar, então eu chupei com vontade enquanto ele me filmava, jorrou porra na minha garganta que cheguei engasgar, tirei da boca e deixei derramar aquele leite grosso e cheiroso na minha barba e cara enquanto eu olhava pro celular com cara de safado, bati o pau na minha cara ate sair tudinho, muita porra, entrou ate no meu nariz.

Mal acreditava no que estava fazendo! Ele permaneceu sem reaçao, apenas assistia ao video.

Depois de se divertirem bastante o chupando eu coloquei a de quatro, metendo em sua boceta coberta de pelinhos loiros e Juliana a beijava enquanto batia uma sirica.

rn-Leila…sá pra vc saber…sua putinha safada…pode ter certeza que vou te enrabar…nem que qualquer dia eu tenha que te amarrar…é sá dar umas cervejas e vc fica mais taradinha…e vc vai gostar da minha pica grossa nesse rabo maravilhoso…não se preocupe…isso vai acontecer.

Anderson tinha mania de filmar nossas sacanagens e deixava sempre o celular em cima do criado-mudo ligado filmando tudo para depois ficarmos vendo e curtindo aquela sacanagem e zoar um com o outro.

Quando chegamos onde eu havia deixado meu carro nos despedimos sem muitas palavras, demos um selinho, ele esperou eu entrar no carro e se foi…Dentro do carro eu fechei os olhos e lembrei do Mauro, mil coisas passou pela minha cabeça, não cheguei a sentir culpa ou deprê, apenas tinha consciência de que o havia traído, aquela mulher que a horas atrás era uma esposa fiel não existia mais… Por mas que eu não tivesse a intenção de repetir o feito, aquele fato sempre estaria em minha memória.

Morava sozinho em Brasília,vim de Minas Gerais para o Distrito Federal porque tinha me separado e muito decepcionado vim tentar uma vida nova chegando na capital do país aluguei um apartamento onde morei por 2 anos só, eu com meus 37 anos pensei vou viver na solidão, amo cozinhar e no apartamento de frente morava duas mulheres a mãe e a filha, a filha tinha 19 anos e nos víamos muito pouco é somente nos cumprimentamos até que um dia fui fazer uma pizza, afinal amo cozinhar, deixei assando e desci para comprar refrigerante quando me deparei com a vizinha de 18 anos e ela me disse ta cheirando pizza e parece deliciosa pelo cheiro eu disse que estava fazendo e ela já foi pedindo um pedaço, falei que tudobem e que levaria pra ela quando terminar e resumindo bati na porta dela é entreguei o pedaço ela adorou, depois ficamos amigos e ela me disse que sua mãe era enfermeira e as vezes ficava algumas noite só, uma certa noite ela bate na porta e pergunta se pode entrar eu disse só um momento, como adoro andar de sunga dentro de casa fui colocar bermuda, ela perguntou por causa da demora e expliquei então para minha surpresa ela disse se for sunga pode ficar pq estou acostumada a ver homens assim no clube, eu disse assim melhor então ela insistiu em me ver de sunga até que fui no quarto é retirei a bermuda, percebi seus olhares para minhas coxas grossas e o volume dentro da sunga afinal sou dotado,comemos, rumos, e ela começou a dizer coisas sobre sexo e disse que era evangélica e que nunca tinha ficado com homens, e ficava falando você deve ter muitas mulheres em seu pé, eu disse que trabalhava muito as vezes tinha uma ficante porque eu não era de ferro, ela disse vou lá em casa tomar banho posso ficar aqui vendo filmes até dar sono? Porque minha mãe foi trabalhar hj é n queria ficar sozinha, eu disse que tudo bem, ela foi tomar banho e eu também aproveitei e fui banhar também, quando ela volta vem com uma saia branca tecido mole e curta, eu fiquei meio paralisado meu pau deu um pulo na sunga e ela percebeu é brincou nossa como ele ficouenorme acho que ele me quer, fiquei sem palavras, então sem perca de tempo dei um abraço nela e apertei ele no corpo dela e meu pau pulsava tanto e a beijei loucamente, ela se esfregava em mim, fiquei louco de tesão puxei até meu quarto a joguei na cama, fui beijando seu pescoço tirei sua camisa é saia e vi aquele corpo de ninfeta novinha é nem acreditava, ela olhou nos meus olhos e disse sou toda sua faça o que quiser comigo, arranquei o sutiã é chupei delicadamente seus peitinhos duro, desci beijando seu copo até chegar em sua calcinha é mordi a beirada da calcinha e fui retirando com a boca, quando olhei sua buceta nossa bem carnudinha é com pelinhos desenhado parecia um cavanhaque, subi lambendo suas coxas, e abocanhei sua buceta atirava a língua nela com vontade fiquei chupando até que ela contorceu e gemeu alto, tinha gozado em minha boca, subi beijando seu corpo beijei novamente um beijo apaixonado e mamei novamente seus peitos, a coloquei de quatro e lambida sua buceta coxas e cuzinho, beijava suas costas, enfim dei um beijo de língua, ai tirei minha roupa e quando ela viu meu pau ela ficou paralisada e disse por isso as mulheres te adora, tenho um pau lindo grande cabeça vermelha e grande sem mancha é Carocinhos, sem nenhuma deformidades todo depiladinho ela começou a mamar meio atrapalhada mas fui ensinando até que ela passou a mamar bem gostoso, ele olhava pra mim com aquele olhar de menina inocente e safada é sorria enquanto devorava meu pau, pra minha surpresa ela disse quero que goza em minha boca, como demoro gozar eu disse depois gozo, ai peguei lubrificante e passei em sua bucetinha e fiquei esfregando na entradinha é fui enfiando devagar ela começou chorar baixinho e parei, perguntei se queria que parasse ela falou tá doendo muito mas eu quero muito você, então fui beijando e fazendo movimentos de vai e vem devagar até que sentir rompendo o ímem e fiquei parado dentro dela por um tempo, ela falou em meu ouvido meu bem pode me fuder agora já não dói muito, comecei a meter com vontade e ela gemia muito eu ficava louco, coloquei ela de quatro segurei seus cabelos dava tapas em sua bunda e metia com vontade ela gozou muito depois de fazermos em várias posições, tirei meu pau ela abriu a boca e gozei muito dentro daquela boquinha e pra minha surpresa ela engoliu tudo, fomos tomar banho e ficamos deitados nos beijando e a partir daquele dia uma noite sim é outra não ela sempre vinha dar pra mim, até que após um ano mais ou menos ela arrumou namorado da igreja e se casou.

Sandra ficou me olhando, então Paulo falou para Sandra: -Vai ficar só olhando?Sandra se juntou a Rebeca e os dois cornos ficaram olhando.