Sexo Delicioso Na Sala Com A Safada

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Sexo Delicioso Na Sala Com A Safada

Sexo Delicioso Na Sala Com A Safada

Foi quAndo eu pensei agora vou descansar um pouco q nada ele ainda estava com o pau duro. Eu já fui logo buscar o celular para as fotos.

br"Ufanaaaaa!! Deliciaaaaa!!!!! loucora!!!loucura!!!!! nos dois gosando juntos!!!!! Gemidos de gozos prolongados tanto em mim como em vc e vc tremia todinha com as lambidas que eu continuava te dando, eu urava De tanto gozo que somente uma mulher delicia como vc poderia me dá. Ele me chamou de safada e perguntou se eu tava gostando. ,perdeu a camiseta e foi livrado por mim. "Continuação do conto anterior.

A essa altura já estavam longe das casas e do olhar dos pais, caminhavam em uma trilha escondida no meio da mata. -Como assim? Agradecer a ele? Oque ele tem haver?Sem ter como olhar, Caio disse:"Nossas transas ? Sempre nos demos muito bem na cama e gostamos de muitas brincadeiras , com acessórios, locais diferentes, experimentar coisas e sensações novas. A evangélica safada era muito devassa, cada vez que meu pau entrava ela gemia alto, falava que tava gostoso e pedia mais. Fez uma cara de putinha que nunca vou esquecer … Pedi que ela tirasse o pijama, me deixou ver aqueles seios deliciosos … meu pau estava molhado de tesão somente de ver aquilo, ela seguiu tirando o short e a calcinha, sua bucetinha era bonita também, tinha os pelinhos aparados e curtos, com salientes grandes lábios. Eu fiquei perplexo com o jeito dela falar, estava realmente se mostrando uma verdadeira puta! Respondi que sim, era isso que eu queria.

O conjunto pênis + testículos era pesado, volumoso, e o cheiro, algo entre suor de adulto, sabonete e pele de bebê.

Já se sentiu como uma presa muito fácil?Então era eu mas ao mesmo tempo foi uma situação muito sensual porque os quatro me olhavam com uma cara de tesão que me restou manter o clima no ar, eu muito inocente falei:Ficamos assim por alguns minutos, aumentando e minuindo o ritmo até que eu não pudesse mais me controlar.