Gp Puta No Motel Com Cliente

Gp Puta No Motel Com Cliente

Gp Puta No Motel Com Cliente

Entrei com ela no primeiro motel que achei e minha esposa foi logo dizendo:” coloca a mão na buceta da tua puta e veja se eu gostei, nem tomei banho ainda p meu corno ver”E me contou que seu primeiro cliente era um garoto MT bonito de 1,80 pele clara e 22cm de pau.

Cabeçuda daquelas que entala na entrada e afina no inicio.

Suados e tremendo de prazer tombamos na cama,ficamos alguns segundos em silêncio, então ele se vira para mim e diz: – E aí tudo bem? Como vc está?! São as primeiras palavras que trocamos. libero ele esse final de semana– Que ótima namorada hein Brunão, linda e ainda compreensiva. Nao nos vimos mais depoisAte que ha dois anos atras voltamos a nos ver, e na primeira visita q fiz a ele, nenhum dos 2 segurou a ondaSo que nosso encontro foi explosivo e recheado de tesao…Bem contarei com detalhes recheados de tesão esse encontro em outra ocasiãoAss: SecretMan_SP""Me chamo Bruna, tenho 25 anos e sou casada. e nao parou de bombar ate sair tudo e saciar seu desejo, depois ele tira a rola latejando devagar, a entrada do cu esta branco com o esperma. revesamos comi Maria que era a mais apertadinha das tres, Raimundo que já tinha comido Tereza socou a pica na Mãe pra saber se prestava achou folgada, enfiou no cu dela fazendo a mãe gemer pedindo filhinho mata mamãe de pica mete soca lasca Tereza botou a buceta na cara de Maria que chupava como uma alucinada desmaiamos de esgotamento e dormimos ali mesmo um sobre o outro.

Outros dois, um de cada lado me deram a pica para chupar. Ficamos no motel por mais umas três horas, e cumprimos o que combinamos na chegada: transamos em cada canto possível. Na terceira prova ela já sentava no meu dedo,no lápis e eu já peguei ela no corredor arrastei pro banheiro e meti no seu rabinho pois ela era virgem e queria casar virgem. – Tá gostoso, não tá?– Tá…– Então vem cá.

“Que loucura, minha filha está lá na sala e pode chegar aqui a qualquer momento – gritou.