Gostosa Bucetuda Batendo Siririca Até Gozar

visualizações

76 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

Gostosa Bucetuda Batendo Siririca Até Gozar

Gostosa Bucetuda  Batendo Siririca Até Gozar

Claudia ficou sentada ao lado com uma mão no rosto de Marcelinha, fazendo carinho e a outra em sua buceta, eu comecei a socar sem dó com uma mão segurando a bunda de Marcelinha e a outra puxando sua calcinha , cada vez que eu dava uma diminuída no ritmo Marcelinha jogava seu rabo para trás e dizia arrebenta a minha calcinha, eu ficava loko, fazendo uma força do caralho para arrebentar a calcinha dela, até que eu consegui deixando uma marca bem profunda naquele corpo branquinho, criado no leite, assim que arrebentou, ela pediu para Claudia dar em sua mão, no momento que ela pegou das mãos de Claudia e pôs na boca e começou a urrar, e Claudia dizia para eu foder sem dó, comer a vadia dela, ai não aguentei mais, gozei dentro dela, encharquei o rabinho dela de porra, não foram tantos jatos de porra, mas deu para ela, depois que tirei meu pau, forçar e sair porra do seu cuzinho. isso…mais!"Tudo aconteceu quando mamãe resolveu comprar um computador ,Ele ficava no quarto da minha irmã Elaine.  Depois de uma meia hora chupando a rola e levando pinto de borracha no cú ele anunciou que ia gozar, fodendo minha boca cada vez mais rápido e urrando feito um animal até que senti aquele leite quente escorrendo pra dentro da minha boca. -Vou confessar, quando vi vc se punhetando pra mim, não resisti e depois q vc saiu eu bati uma siririca.

Falei de sacanagem: Minha filha, seu cuzinho parece que já levou muito rola hoje… ela riu amarelo e disse: Esse cuzinho é só você que come… Que safada!!… MAS meu tesão era demais… Não sabia porque!! Sabia que estava adorando ser corno.

Então, vez ou outra ela arrastava dois dedos no meu grelo.

""Fiz uma chupetinha bem gostosa, e em menos de 10 minutos não aguentou e soltou todo o leitinho na minha boca, enquanto gemia baixinho dizendo que eu era uma cadela safada. Fiquei apenas observando e batendo minha punheta. Ficamos amigos de verdade e falávamos sobre tudo e as reuniões eram anoite no apto do Djalma.