Esposa De Corno Cavalgando No NegÃo

2 min

Categoria:

Tag:

visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

Esposa De Corno Cavalgando No NegÃo

Esposa De Corno Cavalgando No NegÃo

– Desliga esse microondas aí e vem pra sala comigo!Correram para lá, jogando para o alto as ultimas peças de roupa que restavam e ela já foi sentando naquela maravilha e cavalgando.

-Não! Hoje de tarde lá em casa, depois da aula.

Senti seu pau roçando minha xota que a essa altura estava encharcada e senti me penetrar lentamente, depois ela foi aumentando a velocidade e a socar cada vez mais forte me fazendo gozar em poucos minutos, senti minhas pernas ficarem bambas, ela mal esperou eu me recompor e começou a socar com mais violência, depois voltou a lubrificar meu cu com sua língua e sussurrou no meu ouvido que ia fuder meu cu.

Mas isa não obedeceu, mandou em seguida uma foto com a porra em seus lábios e com a legenda: Pena que você é corno e não manda em nada. Venho aqui relatar algo que aconteceu comigo ( real ) e que me fez ver a vida um pouco diferente. Fui andando a caminho da praia,haviam algumas pessoas pelas ruas e quando cheguei ao calçadão,senti o vento no meu rosto e corpo,andei um pouco até que resolvi sentar em um banco,fiquei alguns minutos sentado,vendo as gatinhas passarem até que me levantei para voltar pra casa e,quando estou próximo a saída para a rua de casa,vejo passar um mulherão,bronzeada,loira,estatura média,peitos firmes e uma bundinha muito gostosa que fez meu pau ficar duro na hora pois estava de cueca boxer e o tecido de minha bermuda era bem leve,o que denunciou meu tesão,tentei desfarçar colocando a camiseta que levei na frente pois não a vesti,continuava sem camisa por conta do calor mas ela havia visto meu volume e sorriu dizendo:Oi gato,você é daqui mesmo,está sozinho?. Tentou lembrar de algum amigo e acabou lembrando do Paulino, um negão que ela conhecera no sítio de alguém… custou a lembrar, mas era uma amiga dela, telefonou, ficou sabendo que o Paulino ainda trabalhava lá.

Seu Agenor, de licença da empresa, estava em casa, sofrendo junto com Lucia, sua esposa.