Enfiando A Mao No Cuzinho Da Esposa

Enfiando A Mao No Cuzinho Da Esposa

Enfiando A Mao No Cuzinho Da Esposa

– Preciso de um cigarro, acende um pra gente – alcancei o maço – Não, não. TERMINEI DE ARRIAR SUA CALCINHA SEM DESGRUDAR OS OLHOS DAQUELA RACHINHA LINDA, LEVEI O DEDO INDICAR E PASSEI ENTRE OS BEICINHOS ELA ABRIU UM POUCO MAIS AS PERNAS FACILITANDO MINHA INVESTIDA, FUI PASSANDO O DEDO E ELA FOI FICANDO MOLHADINHA E COMO NÃO TENHO UNHA GRANDE FUI ENFIANDO O DEDO E FOI INDO, ELA GEMENDO BAIXINHO, AI TIO ESTÁ TÃO BOM, FAZ MAIS FAZ TIO EU GOSTO.

Começou a lamber em volta do meu cuzinho,fazendo círculos.

Enquanto sua vagina era completamente maltratada e ela gemia sem parar: – Ahhh!, Aaah! Ahhh!Os estralos dos tapas que aquela bunda, já cansada de apanhar recebia, parecia agradar ao seu pai.

Eu era magra, baixinha, loira, não tinha muito peito, mas tinha uma bundinha bonitinha rs.

Ele me deu um beijo e disse que me amava muito por ter realizado aquela fantasia para ele. Detalhe com um copo de vodka com frutas vermelhas que ela adora…HshshsEle ergueu a outra mão e começou a passar em meu rosto, falando palavras de conforto, puxando minha cabeça para perto do seu pescoço.

Segurou meu pau pela base, ouvi ela umedecendo os lábios, foi subindo e descendo a mão bem apertada enquanto se ajeitava ficando de quatro sobre o banco. Ela não precisou insistir, conheço poucas que preferem atrás, mas são sempre as mais gostosas, safadas é claro, mas quem não gosta de comer as safadinhas? Deixei ela de quatro e pedi para repousar sua cabeça no travesseiro, aquele rabão ficou levantado e o cúzinho latejando exposto, com um dedo bem lubrificado e depois dois dedos alarguei o buraquinho para evitar muita dor ou danos maiores.

Comi a Lucia durante 2h seguidas, E ela ao sair da pousada já não sabia que estava fazendo, tanto é que esqueceu o relógio, o maço de cigarro, e o cordão que tivemos de voltar pra pegar. Ele tinha de transar com Elisa também, afinal, era uma esposa e tanto, que não se incomodava com a relação dele com a filha.