Corno Filma Esposa Parte 1

visualizações

4 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

Corno Filma Esposa Parte 1

Corno Filma Esposa Parte 1

SABENDO DISTO MEU TEZÁO AUMENTOU E AGORA COM A CONCIENCIA LIMPA, COMECEI A LAMBER A BUCETINHA DA RAISA QUE ERA REALMENTE UMA COISINHA LINDA, PARECIA MAIS A BUCCETA DE UMA MENINA E AINDA MAIS BEM RASPADINHA, SEUS L[ABIOS NÁO ERAM MUITO CARNUDOS MAS ERAM ROSADINHOS, CHUPEI LAMBI SEU GRELINHO ELA SUSPIRAVA E GEMIA FEITO UMA LOUCA, AI QUE GOSTOSO CHUPA QUERIDO CHUPA AIAIAIAIAIAIAI, AI VI QUE ESTAVA NA HORA DE PENETRA-LA, QUANDO TENTEI COLOCA-LA NA POSICÁO PARA COME-LA, ELA DEU UM SORRISO BEM SAFADO E DISSE AINDA NÁO AMOR TENHO MAIS UMA SURPRESINHA, S[O UM MINUTINHO E J[A VOLTO, SAIU DO QUARTO NUA E EU FIQUEI CABRERO, DE REPENTE A PORTA SE ABRIU E ELA ENTROU ABRA;ADA COM O VENANCIO, ESTAVA TUDO COMBINADO, NÁO TOMEI NENHUM SUSTO SOU ESCOLADO NESTE TIPO DE COISA, OL[A CARA CHEGOU BEM NA HORA DA FESTA, QUE BELO AMIGO HEIM IA COMER MINHA MULHERZINHA SEM QUE EU ESTIVESSE AQUI PARA PARTICIPAR, QUEBROU A CARA AMIGÁO, VAMOS DIVIDI-LA, EMPURROU A RAISA EM MINHA DIRECÁO DIZENDO QUERIDA NÁO INTERROMPAM NADA POR CAUSA DA MINHA PRESENCA E LEA OLHANDO PRA MIM PERGUNTOU, ONDE ESVAMOS MESMO, BEM ABRA AS PERNINHAS E TE MOSTRO, ELA DEITOU DE COSTAS E ABRIU O MAXIMO QUE PODE AS PERNAS DEIXANDO VER SUA BUCETINHA AGORA COM OS L[ABIOS UM POUCO SEPARADOS ESPERANDO PELA MINHA MANGEUIRA ENORME, SEU MARIDO SENTADO AO LADO DELA SEGURAVA SUA MÁO E DISSE, ACHO QUE DESTA VEZ ACHOU O QUE TANTO PROCURAVA NÁO, SIM ISTO SIM [E UM BELO PAU, VÁO EM FRENTE DISSE ELE, NÁO ESPEREI MAIS COLOQUEI A CABECA ENTRE OS L[ABIOS DA SUA BUCETINHA E FORCEI, ELA DEU UM GOSTOSO GEMIDO, AI AMOR, OLHA ELE ME COMENDO QUE PAUZÁO AI AMOR SER[A QUE VOU AGUENTAR, AGUENTA MINHA PUTINHA E EU FUI ENTRANDO E ENFIANDO MINHA PICA NAQUELA BUCETA APERTADA ACOSTUMADA A ENGULIR PAUSINHOS E FUI ENTRANDO E LA GEMENDO E DE REPENTE PASSEI A OS BRA;OS PELA SUA COSTAS E NUMA ESTOCADA S[O FUI AT[E O FUNDO, AI ELA DEU UM GRITO QUE AT[E ME ASSUSTEI, VENANCIO OLHAVA MARAVILHADO TUDO AQUILO NÁO PERDIA UM S[O LANCE, AI COMECEI A TIRAR QUASE TODO PAU E ENTERRA-LO NOVAMENTE FAZENDO SUA MULHER GRITAR AI ME FODE COM ESTE PAUZÁO ME DA TUDO VAI FUNDO FUNDO BEM FUNDO AI MINHA BUCETINHA, O VENANCIO ESTAVA P[ALIDO E UM POUCO TREMULO, ME AFASTOU UM POUCO DE CIMA DA SUA MULHER E LHE EU UM BEIJO LONGO NA BOCA, ENQUANTO A ESTAVA BEIJANDO E DAVA ESCODAS VIOLENTAS O QUE FAZIA COM QUE ELA TENTASSE GRITAR MAS NÁO CONSGUIA, FAZIA UM BARULHO ESTRANHO NA BOCA DO MARIDO, COMO UM BATE ESTACAS EU FODI AQUELA MULLHER POR UM LONGO TEMPO, LOGO ELA COMECOU A GRITAR QUE ESTAVA GOZANDO, E O MARIDO OLHANDO PRA MIM DISSE CAPRICHA, EU ADORO VELA GOZANDO, E EU CAPRICHEI, AUMENTEI A VELOCIDADE DOS GOLPES SENTINDO QUE A CABE;A DO MEU PAU BATIA NO FUNDO DO SEU [UTERO, LA FICOU TODA ARREPIADA, VIRA OS OLHOS E ISTO [E UMA COISA QUE EU ADORO, VER UMA MULHER GOZANDO, VIA APENAS A PARTE BRANCA DOS OLHOS, FODE ESTOU GOZANDO ESTOU GOZAAANNNDO, ESTREBUCHOU A VONTADE, PARECIA AT[E QUE EU A ESTAVA MATANDO, POR FIM PARAOU EXAUSTA, EU COMO NÁO HAVIA GOZADO AINDA PERMANECI DENTRO DELA, SENTINDO AS MORDIDINHAS QUE A BUCETA D[A LOGO A[POS O ORGASMO, D[A UMA SENSACÁO INSDICRITIVEL, MORDE QUERIDA CONTINUA MORDENDO O PAU DO TEU MACHO.

A imagem no espelho correspondia as fantasias: minha esposa deitada nua entre dois corpos másculos nus.

Recebia muitos elegios: Puta, Galinha, Rampeira, Quenga, Piranha, Safada, e assim vai, e meu amor só recebia uma elogio: Corno. carina disse que não podia fazer aquilo com a irmã e eu disse que ninguém precisava ficar sabendo, então ela me perguntou mais uma vez se eu iria arrumar o dinheiro pra ela e eu confirmei que sim, ela saiu foi a cozinha olhou pra rua pra ver se a irmã não estava vindo e quando voltou, virou de costas e abaixou a bermuda até o pé, cara eu não acreditei naquilo, minha cunhadinha tão recatada perto de mim agora com a calça arriada e a bunda de fora pedindo que eu metesse logo pois poderia chegar alguém dá pra acreditar nisso, meu coração disparou minha mão suava de tanta alegria, eu queria ter filmado aquilo, seria, assim como é minha recordação eterna, então abaixei minha bermuda até os pés tbém e passei um pouco de saliva no pau com medo de machuca-lá, qual não foi minha surpresa, minha cunhada estava com a boceta tão melada que meu pau entrou escorregando, eu coloquei a cabeça na portinha e ela tratou de empurrar a bundinha de encontro ao meu pau, fazendo meu cacete desaparecer todo dentro dela, quem diria uma bocetinha tão pequena engolindo um pau desse porte sem fazer força, minhas bolas encostaram em suas deliciosas coxas e eu comecei a estocar devagar, até chegar um momento de loucura em que tirei suas tetas pra fora e segurando minha cunhadinha pelas tetas comecei a foder sua bocetinha como uma gata gostosa merece, ela dizia vai mete gostoso, cunhado tarado, filho da puta que eu tô quase gosando também, pouco antes de sentir vontade gosar eu disse a ela, ai carina não tô aguentando mais eu vou gosar daqui a pouco, minha cunhada me pediu que não gosasse dentro dela pensei que ela queria minha porra na boca, mas pra mim era uma questão de honra despejar toda minha porra dentro daquela bceta que eu não sabia se seria minha outra vez, ou não, então depois de meter por uns 15 minutos acariciando suas coxas, grudei novamente nos peitos gostosos dela e comecei estocar mais forte sentindo sua bundinha gostosa bater em minha virilha e sem avisar comecei a gosar quando ela percebeu tentou tirar mas eu segurava firme nas tetas dela e não deixei ela se mexer até que a ultima gota de porra saisse, depois tirei o pau com calma e ela me olhava assustada querendo por a roupa e ir embora, medo da irmã chegar, mas eu disse que não, disse que ela não sairia dali sem gosar na minha boca, minha cunhada que á essas horas tbém ja estava possuida pelo tesão concordou e ficou de pé na minha frente, abriu novamente a bocetinha com os dedos e comecei a lamber seu grelo, sua boceta agora já xeirava mais forte devido a mistura de secreções e porra, mas em dois minutos ela gosou forte prendendo minha cabeça em sua xana semi depilada, nos trocamos rapidamente e fomos para a cozinha começamos a conversar e sobe que seu medo de eu gosar dentro é que ela não estava tomando remédio, mas ainda bem que não ficou grávida, em menos de 10 minutos minha esposa chegou, sei que ela ficou desconfiada de alguma coisa mas não disse nada, me troquei e com meia hora de atrazo voltei radiante pro meu serviço e ao mesmo tempo preocupado, poi na realidade não tinha o dinheiro pra arrumar pra ela, e não sabia o que ia dizer, mais tarde ela me ligou pedindo sigilo e perguntando se eu iria arrumar o dinheiro pra ela, confirmei que sim, e fui pensando num jeito de enrolar, por fim os dias se passaram e disse a ela que o banco não pode me arrumar o empréstimo porque havia voltado um cheque que emprestei a um amigo e ele não tinha o dinheiro pra pagar agora, enfim se ela deu pra mim só por causa do empréstimo não importa o que importa é que ela sentiu tesão e eu vou ter a eterna recordação da minha cunhada xupando meu pau, sendo xupado por ela e fodendo gostoso a boceta que sempre foi motivo de punheta na minha vida.