Chupando A Dona De Casa Na Frente Do Marido Corno

visualizações

8 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

Chupando A Dona De Casa Na Frente Do Marido Corno

Chupando A Dona De Casa Na Frente Do Marido Corno

– E depois?– Depois, tio… eu comecei a falar que estava gostando muito, e você me colocou ajoelhada aqui nessa mesinha e enfiou a dureza na minha xotinha, acredita? Pensei comigo mesma, mas que tio mais incestuoso este! Só que estava tão bom, que não reclamei, só gemi…Enquanto ela falava, eu fazia o que ouvia e meu pau já estava dentro dela e ela gemia… igualzinho ao sonho! Eu estava morrendo de vontade de rir da criatividade dela…– Aí, tio, sabe o que aconteceu? Você fez uma coisa muito gostosa! Me colocou deitada aqui no sofá, abriu minhas pernas e usou a língua para me fazer coisas deliciosas… nossa, eu fiquei muito molhadinha quando você me lambeu inteirinha! Tá ouvindo,tio?Eu estava ouvindo, mas não podia falar, minha língua estava ocupadíssima em dar prazer a ela, lambendo a xotinha, chupando, entrando bem lá dentro… e vendo o ventre dela dar saltos, ela sempre gostou muito de sexo oral, o corpo dela se contorcia todo…– Aí, tio, quem sentou no sofá foi você, e me carregou para sentar em seu colo, e de novo a dureza entrou dentro de mim, eu soluçava de prazer, como é gostoso pular em seu colo e sentir seu pau quase saindo e depois entrando inteiro dentro de mim! E depois que eu gozei, você perguntou se eu queria beber alguma coisa… é claro que eu queria beber seu leitinho.

ESTOU DOIDO PARA FAZER TUDO D NOVOIniciei o serviço na manhã de quarta e depois de muita pesquisa o serviço foi criando luz pelos ambientes, mas no decorrer do serviço meu amigo teve que se ausentar para socorrer um parente e eu ficamos sozinho, é uma vila bem aconchegante e só existe um morador que vive direto lá, um senhor de 72 Anos, magro, corpo definido sem pelos, bem bronzeado, um coroa de bem com a vida, falador e sempre a disposição, chegou a hora de almoçar e fui tomar um banho, descobri que a água do meu amigo havia sido cortada, pois ele ficou muito tempo sem ir lá e por isso cortaram a água, falei com o senhor que mora ao lado, vou chama-lo de Luiz, e pedi um pouco d’água para tomar banho, ele me atendeu só de sunga dizendo que o chuveiro fica bem na entrada e que eu poderia usar a qualquer momento, ligou a água e tomou uma ducha na minha frente para mostrar como ligava o chuveiro, sem modéstia nenhuma ele abaixou a sunga e lavou suas partes e falou que eu poderia provar também, dei um sorriso e ele não entendeu. E eu também estava com muito tesão de ser corno pela primeira vez. O marido dela sabia o que se passava naquele “serão” e não se incomodava, até gostava de saber os detalhes, que ela contava tintim por tintim, pois sabia que ele ficaria excitado e os prazeres iniciados pelo patrão teriam sequência pelo marido.