A Tia Elisa Sanches Convence A Sobrinha A Fazer Uma Surpresa Safada Para O Tio

A Tia Elisa Sanches Convence A Sobrinha A Fazer Uma Surpresa Safada Para O Tio

A Tia Elisa Sanches Convence A Sobrinha A Fazer Uma Surpresa Safada Para O Tio

Elisa notou, pela impaciência de Olivia, que ela estava a fim de algo mais íntimo com Beto, então disse que ia preparar um lanche bem gostoso e deixou os dois a sós.

Para minha surpresa, não eram lésbicas e sim tia e sobrinha que moravam sozinhas. Marcela e Fran só usam fio dental e a amiga delas também, foram pra piscina, os rapazes foram fazer churrasco junto comigo, começamos todos a tomar cerveja, o dia transcorreu normal, a noite marcamos de ir a cidade ver o mela mela na praça, deixamos as meninas na casa e fomos, já bem entrosados pela bebida e pelo dia juntos, a Marcela de short de malha e um bluzinha sem sutiã, a Fran e a amiga também, chegando lá fomos comprar bebida, elas todas animadas, no mela mela, começou as brincadeiras, notava que tanto o namorado da Fran como o amigo por serem mais jovens eram bem salientes, vez por outra pegavam a Marcela pela cintura e saiam brincando, eu como não achei nada demais, num determinado momento o namorado da Fran abraçou a Fran e Marcela pela cintura e ficou um bom tempo, olhei desconfiado quando vi ele passar a mão boba na sua bunda, ela não fez reação, fiquei só olhando pois os olhos dela brilhava, ele apertava sua cintura puxando pra junto de si, e depois agora descabidamente apertou sua bunda com a mão, notei que ela deu um beliscão nele rindo pra ele, acho que foi a aprovação, fiquei com ciumes, mais inexplicavelmente com tesão também, notei que a Fran estava vendo mais era cúmplice, pois até incentiva a amiga com os olhos, o outro casal estava proximo, acham que estavam vendo pois é muito explicito, mais não esboçavam reação, bom fiquei proximo na minha tomando cerveja e resolvi entra na brincadeira servindo cerveja para eles, disse que iria num bar comprar mais, peguei o isopor e fui, quando voltei acho que eles sabiam que eu não iriam ter nenhuma reação, a Marcela e Fran estavam aguarradas no pescoço dele, Marcela tinha dado um beijo no pescoço dele e ele alisando suas costas, me aproximei coloquei cerveja nos copos deles e continuamos, Marcela vez por outra vinha em minha direção, me dava um beijinho e, voltava pros braços dele, assim ficaram até meia noite quando o mela mela acabou, fomos todos pros carros para volta ao sitio, no carro Marcela notou que eu estava de pau duro, pegou no meu pau, vinha devagar para não bater o carro, ela tirou o pau para fora e disse hum amor esta assim, rapidamente ela tirou seu short, ficando só de calcinha, meteu a mão na buceta e passou na minha boca, olha amor tô toda gozadinha, fiz só ri, ficou me punhetando no carro e dando uns beijinhos, com as pernas abertas e eu com uma mão na sua buceta toda melada, eu disse amor eu vi você e o namorado da Fran, ela riu e disse gostou amor, eu afirmei que sim com a cabeça, ela disse você viu com sou uma putinha amor, eu disse sim e continuou me punhetando, ela disse amor o pau dele tava super duro, ele colocou minha mão e a da Fran em cima dele, quase gozo amor, queria dar pra ele ali mesmo, você deixava amor, eu disse sim quase gozando, ela disse goza amor na mão da sua putinha, gozei quase bati o carro, chegamos no sitio, pois é perto, Marcela desceu para abrir o portão só de calcinha com o carro deles atras, só vi os assobios da turma no outro carro atras do nosso, entrei com o carro e Marcela ficou atras pra fechar o portão, ela não mais vestiu o short, correu pra piscina, tirou a blusa e pulou, a Fran fez o mesmo jeito, fui abrir a casa, o casal novinho disse que iriam pro quarto, então logo estavam Marcela, Fran e o namorado dela na piscina, fui até lá e já como corno disse que iria pegar umas cervejas pra eles e iria me deitar, deixei eles na piscina abastecidos de cerveja e fui pro meu quarto, do quarto dava pra ver a piscina, fastei a cortina e vi que eles estavam juntos rindo, logo vi a Marcela dar um beijo nele, depois o namorado sentou na borda da piscina, Fran e Marcela começaram a dividir o pau dele todas duas chupando, não demorou elas sairam da piscina e Fran sentou no seu pau enquanto a Marcela deu sua buceta para ele chupar, logo vi que Fran gozou e foi a vez da Marcela, deitou-se abriu as pernas e ele meteu na sua buceta com Fran por cima dela e ela chupando a Fran, ficaram assim, depois Marcela ficou de quatro com ela gosta, ele por tras e Fran com a buceta na cara da Marcela, não demorou e ele gozou dentro da Marcela, eu já tinha gozado vendo, demoraram um pouco e vieram pra casa, Marcela entrou no nosso quarto fechou a porta, veio até mim, meteu o dedo na buceta e passou na minha cara, sua puta tá toda gozada amor, foi maravilhoso, assim foi depois conto como foi o restante o carnaval…. Sou casada, tenho 21 anos, branca, cabelos pretos, 1,58+-, tenho um corpo bonito, não sou magra nem gorda… Meu marido o Ricardo (fictício) tem 28 e ele é muito bonito também… Estava tudo bem até que o irmão do Ricardo, o Jonas, precisou mudar para nossa casa até ele conseguir um emprego de novo e resolver o que faria da vida, pois acabara de se separar de um casamento de 18 anos… Só pra constar, sua esposa o traiu com o melhor amigo… No inicio não gostei muito da historia, pois somos casados ainda de pouco e ter outro homem dentro de casa seria retirar toda nossa liberdade, mas o Ricardo ficou com dó do irmão e me convenceu a o deixar ficar, seria por pouco tempo, até ele voltar pro trabalho e arrumar um lugar pra morar… Os dias foram passando e o Jonas muito reservado usava o quarto que tínhamos para computador e sala de estar, nosso apto é minúsculo, e num determinado dia, qdo estava de folga da escola (sou professora) enquanto varria vi o cesto cheio de roupa suja, ele mesmo lavava a roupa dele, porém esta semana devido à procura direta de emprego ele não usou a lavadora… Jonas é bem mais velho, beirando os 45 anos, e bem mais responsável que o Ricardo que só não e mais bagunceiro por falta de espaço… Pensei em lavar as roupas dele junto com as de Ricardo, mas depois achei melhor que não, o Jonas era muito sistemático e desde sua chegada faz tudo pra não incomodar… Terminei de varrer e algo me puxou pra olhar as roupas sujas, não sei pq, abri o cesto e logo vi uma cueca Box branca,e um cheiro forte exalou da cesta, possivelmente sua roupa trocada de manhã ou na tarde do dia anterior, qdo fui levantar e olhar as demais peças, a cueca ainda estava úmida, senti um arrepio esquisito, e tirei a mão, fechei o cesto e sai… não consegui terminar de varrer o apto e voltei ao quarto de Jonas… abri o cesto e peguei a cueca de uma vez e cheguei ela mais perto do meu nariz e pude sentir o cheiro de esperma, ela estava úmida com certeza de um gozo, possivelmente ele se masturbou pela manha e limpou com a cueca… joguei no cesto novamente e sai, mas voltei, estava incomodada, e peguei a cueca de novo, ela ainda estava com o cheiro de macho, um macho diferente…fiquei atordoada com o que estava fazendo, nunca fiz isso com as cuecas do Ricardo, cheirei mais um pouco e a joguei no cesto novamente e não voltei mais… Neste dia foi um custo pra dormir… Alguns dias depois nova folga, e levantei logo depois do Ricardo e do Jonas saírem, minha curiosidade me matava, certifiquei que não estavam e fui correndo ao cesto, e para minha surpresa ao abri-lo, outra Box só que preta e aquele cheiro forte de novo, sem pensar puxei até meu rosto e pude sentir novamente ela bastante úmida, desta vez o cheiro estava mais forte e também o gozo ainda estava lá, muito molhada, soltei e corri pro meu quarto, voltei e novamente senti aquele cheiro que me deixava louca… Neste dia tentei limpar o apto pra esquecer, mas não conseguia e a todo momento estava com a Box na mão… qdo menos espero Jonas abre a porta do apto e me pega deitada no sofá cheirando sua cueca, ficamos um tempo calados, ele caminha e vai pro quarto, eu sem saber o que dizer vou até lá, peço desculpas e coloco a cueca no cesto… Ele me olha e pergunta: o que é isso Claudia? Confessei que não sabia o que estava acontecendo, mas em todos os dias de minha folga corria pra sentir o cheiro em sua cueca, me excitava demais aquele cheiro…E o Ricardo? Perguntou. passamos um tempo conversando e ela começou a chorar e deitou no meu colo, mas o cacete ja estava duro desde a hora que entramos, ela sentiu aquilo na bochecha mas nao se importou, e continuou deitada chorando, foi onde comecei as investidas e ela no começo nao queria mas depois começou a aceitar, quando ela parou de chorar, ela me atacou com um verdadeiro beijo, erao que eu mais queria fiquei surpreso e dei um beijo de resposta e comecei a acariciar seu corpo, fui tirando a sua roupa e vi um belo corpo, que coisa mais linda, tirei seu sutien ela tinha um peitinho bem lindo nem grande e nem pequeno que ja cai de boca, ela toda molhadinha quando passei a mão na sua perna fui descendo devagarzinho e ela se contorcendo e gemendo bem baixinho, quando fui tirando a calcinha dela ou melhor o fiozinho que ela estava que visão que eu tive, bem depiladinha, toda lisinha e aquele grelinho rosadinho… eu juro que pirei… cai de boca e que delicia de melzinho que ela tinha, virgem, falei pra ela que seria meu presente, ela disse que sim pois o CORNO não tinha capacidade pra ter ela virgem… ai que eu pirei de vez… comecei a ensinar ela a chupar, no começo ela deu uma mordidinha mas foi aprendendo, fizemos uma posição 69 e ela adorou, gemia muito, tirei a virgindade dela na posição papai e mamae, ela gemeu alto e me arranhou quando deu a ultima fisgadinha da virgindade e pediu pra parar esperei um pouco ela se acostumar, ela começou a rebolar e começamos nao deu 3 minutos ela gozou, coloquei ela de quatro e continuamos e a safada adorando, pedi pra ela deixar eu comer seu cuzinho ela disse que outro dia, mas insisti e ela deixou, pensa que tesão de menina, gozei dentro dela, ela ficou muito brava , mas falei que compraria o remedio pra ela, acabamos e desfalecemos acordamos por volta das 8 da manhã,tomamos um banho mais uma foda rapida e levei ela pra casa dela… mandou mensagem que nao falariamos que ela nao deveria ter feito isso, passado dois dias mandou mensagem novamente que estava com muita vontade de foder comigo de novo… proximo conto eu continuo"Os leitores e leitoras já tomaram conhecimento de duas colegas/amigas nossas do tempo de faculdade, Márcia e Marisa, as primeiras bissexuais que conheci. Percebi sua surpresa ao se deparar com Anita entrando no quarto me puxando como uma cadela.